ades

  • JB News

    8 de ago de 2017

    Prefeitura de Belford Roxo contrata empresa para limpar terreno onde despejou resíduos sem tratamento

    Flávio Gonçalves admitiu impacto ambiental Foto: Cléber Júnior / Extra



    Alvo de polêmica no início deste ano, o terreno onde a Prefeitura de Belford Roxo despejava lixo sem tratamento no bairro Recantus começou a ser limpo na última semana. Para a missão, a administração contratou a empresa Carfilub Transporte e Logística Ltda. por um pouco mais de R$ 350 mil.
    Flávio Gonçalves admitiu impacto ambiental
    A medida faz parte de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que está sendo feito entre a prefeitura e o Inea. Posteriormente, o acordo será repassado para o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).
    Terreno recebeu cerca de dez mil toneladas de lixo nos três primeiros meses do ano
    — Contratamos essa empresa para que em 30 dias limpe toda essa área. Nós acreditamos que mais uma semana e tudo isso aqui estará limpo — promete Luis Carlos Ferreira Correia, secretário municipal de serviços públicos.
    Terreno recebeu cerca de dez mil toneladas de lixo nos três primeiros meses do ano Foto: Cléber Júnior / Extra

    Luis Carlos também foi denunciado ao MP
    Luis Carlos também foi denunciado ao MP Foto: Cléber Júnior / Extra


    — Contratamos essa empresa para que em 30 dias limpe toda essa área. Nós acreditamos que mais uma semana e tudo isso aqui estará limpo — promete Luis Carlos Ferreira Correia, secretário municipal de serviços públicos.

    A estimativa é de que sejam retirados do local de 8 mil a 10 mil toneladas de resíduos. Foi por causa do despejo no lixão que o prefeito Waguinho e três secretários foram denunciados pelo MP por crime ambiental.

    O secretário de Meio Ambiente de Belford Roxo, Flávio Gonçalves, que também foi denunciado, admitiu que o impacto na área foi grande.

    — Você não pode dizer que houve crime ambiental só por causa de imagens. É preciso um estudo de solo, da fauna e da flora. Uma ação dessas gera impacto. Mas o impacto seria muito maior se o lixo ficasse nas ruas — afirma Flávio.

    ENTENDA MELHOR

    INEA

    Por causa do flagrante desrespeito às normas ambientais, o Instituto do Ambiente ordenou a interdição da área em março. O órgão só desinterditou o local na semana passada, autorizando sua limpeza.

    DENÚNCIA

    Em junho, o MP denunciou o prefeito Waguinho e três secretários (Flávio Gonçalves, do Meio Ambiente; Marcio Correia de Oliveira, da Casa Civil; e Luis Carlos Ferreira Correia, de Serviços Públicos) por crime ambiental. Eles são acusados de causar poluição pela disposição ilícita de resíduos no chamado “Lixão do Babi”.

    JUSTIÇA

    A denúncia foi remetida ao Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ), em virtude do foro privilegiado do prefeito. Os denunciados estão sujeitos a penas que podem chegar a sete anos de prisão, além de reparos aos danos ambientais. A denúncia ainda não foi julgada.

    POLÊMICA

    A confusão envolvendo o lixo de Belford Roxo começou após a empresa Bob Ambiental se recusar a receber os caminhões de lixo da cidade por causa de uma dívida de mais de R$ 3 milhões. Com isso, as ruas do município ficaram tomadas de lixo.

    EMERGENCIAL

    A prefeitura assinou dois contratos emergenciais com a Força Ambiental para a coleta dos resíduos. O segundo, assinado em julho, foi no valor de quase R$ 7 milhões.

    Via:Jornal Extra
    08/08/2017
    • Comente pelo Google+
    • Comente pelo Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Prefeitura de Belford Roxo contrata empresa para limpar terreno onde despejou resíduos sem tratamento Rating: 5 Reviewed By: Jornal de Belford Roxo
    Scroll to Top