ades

  • JB News

    15 de fev de 2017

    Farmacêuticas da Baixada são aprovadas no concurso para Pós-Graduação da UFRJ

    post-feature-image

    BELFORD ROXO - Elas são jovens, inteligentes, têm cabelos longos e loiros, são bonitas, curtem cinema, música, esporte e notícia. São estudiosas e observam o futuro com os olhos de mulher moderna, ética e apostam que a aprovação no processo seletivo para o Programa de Pós-Graduação em Farmacologia e Química Medicinal da UFRJ, realizado nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro, vai abrir importantes possibilidades profissionais. Ficou animadinho?! Só que não! Esquece! Cheyene Almeida, 23 anos, e Andressa de Oliveira, 25 anos, recém-formadas em Farmácia pelo Centro Universitário Uniabeu são casada e noiva, respectivamente.


    Sempre dedicadas, as jovens da dupla gospel que, aos finais de semana, canta nas igrejas evangélicas que frequentam, em Belford Roxo e Nova Iguaçu, assimilam fácil o conteúdo de sala de aula. Para chegar à vitória no concurso da UFRJ, elas estudaram uma média de seis horas por dia, mas sem rotina definida. As farmacêuticas não fizeram nenhum curso preparatório e afirmam que as aulas da Uniabeu, a iniciação científica, a participamos em congressos, simpósios, cursos de férias, reuniões anuais de apresentação de projeto foram relevantes.

    Quarta colocada no concurso, Andressa de Oliveira conta que estudou entre 5 e 8 horas por dia durante todo o mês de janeiro para a prova específica, mas, segundo ela, esse tempo foi bem tranquilo, porque já havia desenvolvido o hábito de estudar. Oliveira se debruçou sobre o projeto: Leucemia Mieloide crônica. A recém-formada não deixa de destacar a importância da Uniabeu em sua vitória: “É um Centro Universitário que se preocupa com a nossa formação muito além da sala de aula. Inclusive, o livro citado no Edital: ‘Química medicinal: as bases moleculares da ação dos fármacos’. está disponível na Biblioteca Uniabeu e foi muito utilizado na disciplina de química farmacêutica”, frisa.

    Focada em seguir a carreira acadêmica, Cheyene Almeida, 6ª colocada, moradora em Nova Iguaçu, espera o mês de março chegar com ansiedade para iniciar o ciclo de dois anos da Pós-Graduação, na UFRJ. “A Pós vai oferecer mais oportunidades e possibilidades na carreira. Já projeto o doutorado e depois seguir na direção da sala de aula para compartilhar o conhecimento adquirido”, planeja. Almeida também destaca a qualidade da Uniabeu: “O ensino é voltado para a capacitação dos alunos, ajudando a integrar o aprendizado e a vida, promovendo conhecimento e capacitando para o mercado de trabalho”, analisa.

    Como foi a preparação de Almeida para conquistar a aprovação? “Não fiz nenhum curso preparatório. Eu peguei emprestado o livro que disponibilizaram no edital e estudei sozinha. Algumas vezes, eu e a Andressa estudamos juntas, e uma pessoa responsável por ter tirado muitas de nossas dúvidas foi a professora de Química Medicinal da própria Uniabeu, Liviane Dias”, conta.

    Para comemorar, Oliveira e Almeida seguem a vida com simplicidade, alegria, seriedade, mas cantando música gospel, claro! Afinal, “quem canta os males espanta”, diz o ditado popular.




    Via Notícias de Belford Roxo
    • Comente pelo Google+
    • Comente pelo Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Farmacêuticas da Baixada são aprovadas no concurso para Pós-Graduação da UFRJ Rating: 5 Reviewed By: Jornalismo e Informática
    Scroll to Top