ades

  • JB News

    10 de fev de 2017

    Aulas em Belford Roxo só quando o prefeito pagar; diz servidores


    BELFORD ROXO - Desde o início de janeiro tentando negociar com a administração municipal um calendário de pagamento dos salários atrasados e do décimo terceiro, os professores de Belford Roxo decidiram entrar em greve até que o prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho (PMDB), apresente uma solução. A decisão foi tomada em assembléia convocada para a manhã desta quinta-feira (9) pela direção do núcleo local do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe). Na base do “é isto ou nada”, o prefeito impôs, por decreto, um calendário de pagamento quer vai pagar os atrasados em 12 vezes, com parcelas iniciais de R$ 300.

    O prefeito tem dito não haver recursos para fazer o pagamento de outra forma, mas no caso dos professores ele não pode nem alegar isto, pois os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação nos dois últimos meses de 2016 passaram de R$ 24 milhões, os créditos de janeiro chegaram a R$ 12.923.421,46 e esta semana o Fundeb creditou mais R$ 1.942.967,44 para o município.

    Diante da situação, denúncias de suposto mau uso dos recursos do Fundeb no município, denúncias já foram feitas ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado, pois além de não pagar os salários o município não cuida das unidades de ensino. A maior das escolas está caindo aos pedaços, o que surge que até os 40% que o fundo define como recurso para manutenção da rede está com a destinação certa.

    Por: Elizeu Pires
    • Comente pelo Google+
    • Comente pelo Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Aulas em Belford Roxo só quando o prefeito pagar; diz servidores Rating: 5 Reviewed By: Jornalismo e Informática
    Scroll to Top