ades

  • JB News

    21 de dez de 2016

    Conta da Light poderá ficar 12,36% mais cara no ano que vem


    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta sexta-feira, a abertura de consulta pública sobre a proposta de antecipação da 4ª Revisão Tarifária Periódica da Light, prevista somente para meados de 2018, que sugere um aumento médio de 12,36% nas contas de luz já no ano que vem. De acordo com a agência, os custos de transmissão e de distribuição de energia foram os que mais pesaram nesse cálculo. A audiência acontecerá entre os dias 19 de dezembro e 30 de janeiro de 2017.

    Para os consumidores de baixa tensão, como os clientes residenciais e o comércio, a revisão da Light prevê uma alta de 8,55% nas tarifas. Para unidades de alta tensão, como as indústrias, a proposta é de um aumento de 20,56% no preço da eletricidade. As novas tarifas estão previstas para entrar em vigor em 15 de março de 2017, nos 31 municípios da Região Metropolitana do Rio atendidos pela companhia.


    No início de novembro, a Aneel autorizou uma redução média de 12,25% nas contas de luz dos clientes da Light. A distribuidora atende cerca de 3,8 milhões de unidades. A nova revisão, portanto, anulará completamente a redução aplicada no mês passado.

    Em novembro, as contas de luz para residências, ficaram, em média, 11,73% mais baratas. Para as indústrias, a redução foi de 13,32%, também na média.

    Todos os anos, as distribuidoras passam por um processo de reajustes de suas tarifas, o que é diferente da revisão periódica (a cada quatro anos), e que pode levar ao aumento ou à queda, dependendo do que for apurado pela Aneel.
    • Comente pelo Google+
    • Comente pelo Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Conta da Light poderá ficar 12,36% mais cara no ano que vem Rating: 5 Reviewed By: Jornalismo e Informática
    Scroll to Top