ades

  • JB News

    26 de dez de 2016

    Belford Roxo e Guapimirim terão que explicar para onde foi o dinheiro do Fundeb

    Os prefeitos das duas cidades alegam que receita do fundo caiu muito em relação ao ano passado, 
    mas o volume de recursos recebidos este ano supera o total registrado em 2015

    BELFORD ROXO / GUAPIMIRIM - Segundo os prefeitos Marcos Aurélio Dias e Dennis Dauttmam (foto), os salários dos professores estão sofrendo atraso porque os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação caíram muito em relação ao ano passado, mas não é isto que revelam os registros do Demonstrativo de Distribuição de Recursos do Banco do Brasil. De acordo com os números oficiais Guapimirim recebeu do Fundeb de janeiro deste ano até ontem R$ 1,8 milhão a mais que o registrado em igual período no ano passado e a receita do fundo para o município de Belford Roxo superou o total de 2015 em pouco mais de R$ 3 milhões.

    Única categoria com recursos garantidos para custear os salários, os profissionais de ensino são até privilegiados em relação aos demais servidores e, a julgar pelos números oficiais, o dinheiro existe e resta aos prefeitos explicarem onde e em que estão sendo investidos os recursos do Fundeb, a não ser que tenham dado reajuste salarial ou tenham aumentado o número de professores. O banco de dados do Banco do Brasil mostra que Guapimirim recebeu do Fundeb no ano passado exatos R$ 23.466,642,70 e R$ 25.334.333,09 este ano. O sistema diz que a cidade administrada por Marcos Aurélio recebeu na última terça-feira R$ 1.860.457.88.12, quase o dobro dos R$ 953.955,65 repassados a Guapimirim pelo Fundeb nos primeiros 20 dias de dezembro de 2015.

    Em relação ao município de Belford Roxo o Demonstrativo de Distribuição de Recursos do Banco do Brasil aponta que do dia 1º de janeiro deste ano até ontem os repasses do Fundeb somaram R$ 132.366.500,99 e R$ 129.295.888,50 no mesmo período em 2015. O prefeito havia prometido pagar até ontem o mês de novembro e o décimo terceiro no dia 28. Entretanto foi divulgado depois que os vencimentos de novembro serão quitados no dia 27 e não se falou mais no abono natalino.

    Que a crise existe e que as dotações orçamentárias ficaram menores por conta da queda nos repasses dos royalties do petróleo, ICMs e Fundo de Participação dos Municípios ninguém discute. A dúvida é quanto ao pagamento dos professores, já que a categoria conta com o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação chegam regularmente a cada mês.

    por: Elizeu Pires
    • Comente pelo Google+
    • Comente pelo Facebook

    0 comentários:

    Postar um comentário

    Item Reviewed: Belford Roxo e Guapimirim terão que explicar para onde foi o dinheiro do Fundeb Rating: 5 Reviewed By: Jornalismo e Informática
    Scroll to Top