JB NEWS

.

.

POLÍTICA

CULTURA

PLANTÃO POLICIAL

OBRAS

26 de set de 2016

Irmãs empreendedoras são premiadas pela excelência na Baixada Fluminense

post-feature-image

BELFORD ROXO / NOVA IGUAÇU - Pesquisas mostram que as mulheres são a maioria entre os novos empreendedores. Os números apontam a vantagem para o sexo feminino neste segmento: 52% do empresariado com menos de três anos e meio de atividade no segmento é formado por meninas. Assim como as irmãs, sócias, flamenguistas, moradoras da Baixada Fluminense e formadas em ciências contábeis pelo Centro Universitário Uniabeu, Paula Santana Gonçalves, 35 anos, e Thaís Santana Marcelino, 25 anos, que lideram a GMX Consultoria Contabilidade com sede, em Belford Roxo, e filial, em Nova Iguaçu.

Focada e determinada, Paula Santana conta que sempre planejou crescer profissionalmente no quintal de casa. Para isso, escolheu a preparação acadêmica na Uniabeu por considerar a instituição um diferencial no curso de ciências contábeis. Segundo ela, os profissionais não só lecionam como têm vivência na área e proporcionam a troca de experiência, o que é fundamental para o aluno.

“O projeto final que envolve montar uma empresa e movimentá-la por um período, envolvendo toda a parte fiscal, contábil, era algo que nenhuma instituição oferecia. Saí com noções práticas e conhecendo um software de gestão contábil, o que é imprescindível para entrar no mercado de trabalho”, avalia a ex-aluna e empreendedora.

A empresária da área contábil Gonçalves é tão segura da qualidade do ensino da Uniabeu que aconselhou a sua irmã Thaís Santana a optar pela Uniabeu, embora ela tivesse sido aprovada para a Uerj. “Acredito na metodologia praticada pela Uniabeu, e como profissional da área que atuo há mais de 15 anos, sei que o conteúdo programático e a grade de matérias atende todos os requisitos para formar um excelente profissional”, justifica.

Thaís Marcelino disse que ficou orgulhosa com a aprovação para a universidade pública, mas que não se arrependeu de ter seguido o conselho da irmã. “Obter a aprovação na Uerj foi uma realização pessoal, mas a expectativa com a qualidade da graduação na Uniabeu foi totalmente correspondida. Meu DNA é Abeu. Fiz o ensino médio e o técnico em administração na instituição e me formei em ciências contábeis também aqui”, comenta a bela contadora.

Durante a entrevista, as irmãs empreendedoras fizeram questão de registrar os professores que consideram referências do curso. Entre eles, Carlos Augusto, Sineide, Bertolo, Fernando e Luciene Romanelli. “Fico recordando do tempo da graduação, dos inícios de períodos. Enquanto os colegas desejavam que o tempo passasse rápido, eu queria o contrário, porque sempre aprendia coisas novas com excelentes professores”, recorda Marcelino com fala serena e olhos de saudade.

Segundo o Sebrae e o Global Entrepreneurship Monitor (GEM), 66% das mulheres iniciam uma empresa após identificar uma oportunidade de mercado. Com Paula e Thaís não foi diferente. “Quando fiz minha monografia sobre o perfil do contador de Belford Roxo, concluí que a grande maioria cumpria basicamente a obrigação fiscal, ou seja, emitiam guias de impostos. Naquela época havia uma necessidade de algo mais como um serviço de assessoria e planejamento tributário”, explica Paula.

Quando a Marcelino se formou, no final de 2012, as irmãs contadoras uniram os objetivos e fundaram, em maio de 2013, a GMX Consultoria Contabilidade, em Belford Roxo. A filial de Nova Iguaçu entrou em atividade em maio deste ano. Atualmente, a empresa tem uma carteira de 120 clientes, e nove funcionários estão com elas nas tarefas contábeis. “Nosso quadro de colaboradores é composto por uma contadora, uma profissional de gestão de recursos humanos, dois estagiários com formação ou estudando na Uniabeu”, disse com satisfação Marcelino.

Quanto ao envolvimento com o empreendedorismo, as irmãs consideram que, além de visualizar uma lacuna no mercado, outros fatores pontuaram esse caminho, entre eles o apoio e a base educacional dos pais e também a própria linha do destino. “Eu costumo dizer que o empreendedorismo me escolheu. Eu passei para a Eletrobrás em 13º lugar, porém não fui chamada, mas os amigos já me pediam para legalizar, fazer imposto de renda e, até mesmo, fazer todo o processo de contabilidade de microempresas. As coisas foram acontecendo”, frisa Gonçalves.

O compromisso com o trabalho bem feito e dentro da linha reta tornou as irmãs referências do segmento contábil na Baixada Fluminense e também ganhadoras de prêmios. No primeiro ano de atuação da empresa, o trabalho diferenciado de Paula e Thaís chamou a atenção dos empresários da região. “O resultado foi que recebemos o Prêmio Mulheres Empreendedoras, iniciativa do Sebrae, Prefeitura de Belford Roxo e Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belford Roxo (CDLBR)”, lembra emocionada Gonçalves.

A marca registrada de empenho, honestidade, trabalho e compromisso com cliente segue rendendo frutos. “Em 2015, ganhamos o prêmio Mérito Empresarial. É um prêmio de excelência em atendimento, também organizado pelo Sebrae, CDLBR e Sindicato Varejista de Nova Iguaçu (Sincovani)”, aumenta a lista Marcelino.

Mas não termina aí. Isso porque as irmãs são inquietas. Inteligentes e com vontade de fazer, elas, ainda, em 2015, iniciaram o processo de implementação da ISO 9001:2008, através do PEC (Programa de Excelência Contábil) promovido pelo Sebrae. “Por isso, nesse ano, ganhamos o selo Bronze, em março, e Selo Prata, em junho, e já fomos pré-auditadas pela ABNT para certificarmos a ISO”, comemora Gonçalves. 

Fotos: Rodolfo Walter
Via Uniabeu

Caixa deixa de financiar ‘Minha casa, minha vida’ com recursos do FGTS

post-feature-image

HABITAÇÃO - O Ministério das Cidades anunciou que a Caixa Econômica Federal está desautorizada a usar recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para financiar a compra de imóveis pelo programa “Minha casa, minha vida”. A decisão foi publicada em uma instrução normativa no “Diário Oficial da União” desta segunda-feira.

A mudança é consequência de questionamentos feitos pelo Tribunal de Contas da União (TCU) no ano passado sobre as contas do governo em 2014, e a medida também considerou a necessidade de o ministério “melhor administrar” os recursos do orçamento que estão sob sua responsabilidade.

O FGTS atua principalmente nas faixas II e III do programa habitacional. Até o momento, nas operações com desconto do FGTS no “Minha casa”, o Fundo de Garantia entrava com 82,5% e o Governo Federal com 17,5%. A Resolução 783/2015 do Conselho Curador do FGTS também tinha autorizado o desconto também para a Faixa I. Desde 1998, a soma dos recursos para subsídios aportados pelo FGTS é de aproximadamente R$ 55 bilhões.

Via Extr

22 de set de 2016

Doutor Deodalto quer priorizar Saúde e Educação, se for eleito prefeito de Belford Roxo

post-feature-image

BELFORD ROXO - Com foco na Educação e na Saúde, o deputado estadual Deodalto José Ferreira, o Dr. Deodalto (DEM), tenta pela primeira vez se eleger prefeito de Belford Roxo. Antes, porém, tem outra disputa e é com a Justiça Eleitoral, que indeferiu sua candidatura por causa de processo que o tornou inelegível, há seis anos. Ele se livrou da inelegibilidade, mas como o indeferimento persiste, recorreu dessa decisão.


1 - Por que o senhor merece governar Belford Roxo?

Sou médico na cidade há 23 anos. Trabalho ajudando a população menos favorecida. Na Baixada, fui o deputado mais votado. Não temos parceria política. Nosso governo vai ser para Deus e para o povo. A parceria política que a gente quer é com a União e o estado.

2 - Se pudesse por em prática apenas um projeto, qual seria?

O município sofre em todas as áreas. Na Saúde, por exemplo, a UPA do Bom Pastor foi fechada, a do Lote Quinze também. Só temos um hospital com 60 leitos para 600 mil habitantes. Educação também é grave. Somos o último do Ideb no estado. São 12 anos sem construir escola. A primeira ação nossa vai ser na Educação porque, em menos de três meses, começa o ano letivo. A cidade também precisa criar empregos. Vamos construir nosso distrito industrial com leis de incentivos fiscais. Com essa lei aprovada, as empresas virão e poderão gerar empregos.


3 - O que a prefeitura, na sua gestão, pode fazer para ajudar o estado na Segurança Pública?

Acaba sendo responsabilidade da prefeitura porque temos uma Guarda Municipal aqui que não funciona. O que prejudica muito também é o efetivo do 39º BPM ser de apenas 228 homens. Precisamos de pelo menos mais 100. Temos que fazer parceria com o estado. O governo atual não teve essa interação.


4 - Como administrar o caixa da prefeitura na crise financeira e honrar os compromissos, inclusive com o funcionalismo?

Vou reduzir de 33 para 15 secretarias. São três mil cargos comissionados na prefeitura. Vamos mandar todo mundo embora. Nesses cargos, ninguém trabalha. É a chamada ‘‘boquinha’’ do governo. Só com isso, vamos ter aí uma economia de R$ 7 milhões por mês. É por isso que Belford Roxo não cresce.

5 - A Justiça o tornou inelegível por causa de um processo em que o senhor é citado por ter oferecido cirurgias de laqueadura em troca de votos para seu irmão (Dr. Flávio), na época candidato a deputado estadual. Como reverter isso?

Esse processo de 2010 já me isentou em Brasília. Nunca tinha sido candidato a nada até então. Como vão me deixar oito anos inelegível se eu nunca fui candidato a nada? Em Brasília, desse processo de inelegibilidade, eu já fui inocentado, tanto que hoje eu sou deputado estadual, sem nenhum problema. Isso é manobra dos nossos adversários. Foi uma arbitrariedade o que fizeram contra mim.

Via Extra Mais Baixada

21 de set de 2016

Bayer e Fogo Azul classificados para final do campeonato no sub-15

post-feature-image

BELFORD ROXO - Em Belford Roxo, em uma grande partida o Bayer com melhor campanha que seu adversário, empatou em 1 x 1 com o Galácticos ficando com a vaga na decisão. 

Na partida de ida as duas equipes também empataram em 3 x 3, e a melhor campanha assegurou ao Bayer a vaga. Na outra semifinal disputada no campo do Esperança FC, o Fogo Azul que jogava pelo empate levou a melhor derrotando o Nova Iguaçu pelo placar de 1 x 0, gol marcado por João Pedro na etapa final se classificando para decisão do Campeonato sub 15. 

Na partida de ida as duas equipes empataram em 0 x 0. A final do Campeonato Iguaçuano de Futebol sub 15 entre Bayer EC e Fogo Azul FC, será disputada em jogos de ida e volta nos dias 24 de setembro e 01 de outubro. O jogo de ida será disputado no próximo sábado no campo do Bayer, e a volta no Estádio do Heliópolis. 

Via Hora H

Corpo é encontrado carbonizado dentro de carro em Belford Roxo


BELFORD ROXO - Um corpo carbonizado foi encontrado dentro de um carro H20 de cor prata, placa PXN 7930, de Belo Horizonte, na manhã de ontem, por volta das 9h, na Rua Amália Rocha, no bairro Maria das Graças, em Belford Roxo. Moradores encontraram o corpo e chamaram a PM, que acionaram policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense. Uma perícia foi feita no local. Os restos mortais do corpo da vítima foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Nova Iguaçu.

Foto: Ivan Teixeira 
Via: Jornal de Hoje

TRE faz operação para combater propaganda eleitoral irregular em Belford Roxo


BELFORD ROXO - Neste último sábado, o TRE fechou cerco contra os abusos cometidos pelos candidatos durante a campanha eleitoral. A operação foi comandada pela promotora Maria Lúcia Winter, da 1ª Promotoria Criminal de Belford Roxo e da Promotoria Eleitoral.

De acordo com Winter, entre as irregularidades mais recorrentes encontradas pelas equipes é o excesso de propaganda nos veículos e em residências.

Pelas regras, é permitido somente dois adesivos em cada uma das portas, além de uma película no vidro traseiro.


A operação foi realizada na Avenida Joaquim da Costa Lima, na altura do bairro Santa Maria. Outras operações aconteceram em São Vicente, Areia Branca, Praça de Heliópolis e por fim houve uma grande operação no morro da Palmeira. O 39º Batalhão de Polícia Militar de Belford Roxo e fiscais do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) participaram da ação.


Motorista abandona veículo

Durante a blitz em Santa Maria, um veículo celta com adesivos de um candidato e com caixa de som foi abandonado pelo motorista que se evadiu do local ao ver os fiscais do TRE.

Poluição visual na Praça de São Vicente


Agentes retiraram material político em excesso na praça. Foi solicitado a retirada de cabos eleitorais com bandeiras que atrapalhavam o ir e vir de moradores da região. Um veículo foi detido pois circulava com som alto em frente ao DPO.

Poluição sonora em Areia Branca






Houve fiscalização em frente ao Hospital Infantil de Belford Roxo, em Areia Branca. Segundo a promotora Maria Lúcia, a primeira principal reclamação da população é em relação a poluição sonora: os carros ultrapassam o horário das 22 horas, que é o permitido pelo TRE-RJ, e só circulam com o som alto.

“Também estou muito impressionada com o grande número de placas fixadas em postes de iluminação pública em todo o município. Todos os dias registramos esse tipo de ocorrência”, afirmou a promotora.


Candidato é detido em Santa Maria




Um candidato de Santa Maria chegou a ser encaminhado à delegacia 54ªDP por desacato a autoridade. Houve princípio de tumulto, mas controlado com a chegada do Grupamento de Ações Táticas do 39ºBPM.


Praça de Heliópolis




Houve fiscalização também na Praça de Heliópolis.

Operação no Morro da Palmeira




Foi realizada uma grande operação no morro da Palmeira, próximo ao centro de Belford Roxo, com o apoio da Policia Militar. Foi apreendido farta quantidade de material de campanha irregular. Em muitos pontos, a distância de 50 metros entre uma propaganda e outra do mesmo candidato e de 10 metros para candidatos diferentes não foi respeitada.O candidato da localidade foi notificado.








Via Notícias de Belford Roxo

Fotos Marcelo

20 de set de 2016

Uniabeu oferece atendimento gratuito à pessoa que sofre abuso sexual

post-feature-image

BELFORD ROXO - O Serviço de Psicologia Aplicada do Centro Universitário Uniabeu (SPA/Uniabeu) oferece à comunidade da Baixada Fluminense atendimento às pessoas que vivenciaram situações de violência e abuso sexual. O atendimento é realizado uma vez por semana, às quartas-feiras, por cinco alunos do 10° período do curso de psicologia, com supervisão clínica do professor Pedro Moacyr.

O professor Moacyr destaca que o serviço contempla positivamente tanto o paciente quanto o estudante que está no último período de psicologia. “É uma via de duas mãos. A pessoa que vivenciou o abuso recebe apoio especializado, e o aluno desenvolve a habilidade de ouvir, fundamental para construir e desenvolver uma proposta de atendimento psicanalítico com qualidade”, explica. Na proposta de serviço à comunidade da Uniabeu, realizada em parceria com a coordenadora de Saúde Mental da Prefeitura de Belford Roxo, Renata Goes, cinco alunos de iniciação científica estão integrados. São eles: Ivair de Castro Silva, Monique Lima, Maria Cristina Macedo e Cristina da Silva Santos. 

Aos olhos da população, a iniciativa é bem-vinda. Isso porque os números revelam a crescente necessidade do apoio psicológico. É que uma estatística do Instituto de Segurança Pública (ISP), que reúne os principais crimes cometidos contra as mulheres no estado do Rio de Janeiro, mostra que a cada 100 crimes de violência sexual no estado do Rio, 85 são cometidos contra mulheres. Segundo a edição Dossiê Mulher de 2016, lançado no mês de junho, em 2015, um total de 4.612 mulheres foram vítimas de crime dessa natureza — 4.128 vítimas de estupro e 484 vítimas de tentativa de estupro. Isso significa que uma mulher foi vítima de estupro ou tentativa de estupro a cada 2 horas no ano passado. 

Respira fundo, porque isso não é tudo. O que pouco se fala é que meninos também sofrem da mesma violência. Registros de 2012 revelaram o sofrimento de 880 famílias fluminenses em razão do abuso sexual envolvendo o sexo masculino. A estatística indica que a cada dois dias, cinco estupros envolvendo meninos e adolescentes foram registrados, em média. O aumento foi de 23,8% em relação a 2011, quando foram computados 711 casos. Difícil, não? Por isso, o professor Moacyr afirma que o convênio entre a Uniabeu e a coordenação de Saúde Mental da Prefeitura de Belford Roxo é aberto a todos. “Nosso objetivo é trabalhar para diminuir o sofrimento dos que vivenciaram o abuso sexual, quando este for o caso, e proporcionar ao aluno a oportunidade do atendimento clínico”, esclarece. 

Então, fique atento. Os interessados devem fazer a inscrição através do site da Uniabeu no link http://www.uniabeu.edu.br/cadastrospa.php ou ligar para 2104-0450 ramal 468. Os atendimentos acontecem no SPA com hora marcada e em salas preparadas, de acordo com as normas do Ministério da Educação e do Conselho Federal de Psicologia (CFP), e na Policlínica Especializada no Atendimento de Crianças e Adolescentes (PEACA) da Prefeitura de Belford Roxo. 

Serviço: 

Atendimento de casos de abuso sexual 
Local: Serviço de Psicologia Aplicada da Uniabeu 
Endereço: Rua Itaiara, 301, Centro, Belford Roxo 
Atendimento: Quarta-feira 
Horário: 8 às 20 horas 

Inscrição: http://www.uniabeu.edu.br/cadastrospa.php ou telefone: 2104-0450 ramal 468
 
Copyright © 2014 Jornal Belford Roxo. Designed by OddThemes